PT
DESTAQUE DE HOJE
Mortalidade infantil reduzida em 28 por cento
Há seis meses que o INE produziu um relatório a que o NG teve acesso e que contraria os dados apresentados pela OMS em relação à morte infantil, que colocavam Angola como o país com a maior taxa do mundo. Foram compilados dados dos últimos 15 anos que mostram que a redução foi de 145 para 68 mortes por cada mil nascimentos. O ministério da Saúde foi o último a receber e só recentemente teve acesso.
OUTROS DESTAQUES
Famílias recebem casas
1 December, 2016
Caderno do Estudante
O Centro de Estudos do Instituto Superior de Educação do Lubango fez uma investigação sobre ‘Crianças fora do sistema de ensino ou em risco de abandono escolar na Huíla’ e os resultados são assustadores. O corte da merenda, a falta de transporte e de material didáctico afugentam das escolas 170 mil e 936 alunos entre os cinco e os 11 anos de idade em apenas num ano.
» ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Preparatórios com os olhos na universidade
Com as pausas de fim de ano, alguns jovens criam cursos preparatórios de ingresso à universidade, enquanto outros combatem a preguiça com ‘planos de férias’. Com preços simbólicos e oferta de serviços ‘extras’, não falta quem esteja a realizar sonhos de adolescentes.
O herói das palancas negras gigantes
Manuel Sacaia é ‘Fiscal do ano’ do prestigiado prémio internacional Tusk. O pastor das palancas negras, que redescobriu a espécie na Reserva Natural do Luando, em 2005, não é fiscal, mas a excepcional história de vida comoveu o jurado. Premiado, lá fora, falta-lhe quase tudo cá dentro.
A nova força do desporto em Angola
Dibondo Abraão, proprietário da escola de atletismo com seu nome, aposta forte na classe feminina por ser garante da modalidade. Com apenas um ano de existência, já soma conquistas e é uma certeza no desporto nacional. Com um orçamento por época de sete milhões de kwanzas, além do atletismo, a escola movimenta futebol, xadrez, basquetebol, andebol, futebol salão e tiro aos pratos.
‘Housemusic’ de pouca saúde
Um dos impulsionadores da música electrónica em Angola, Ricardo Alves, confessa, em entrevista ao NG, que o ‘housemusic’ “não está a viver um grande momento”. À margem da 6.ª edição do encontro anual dos amantes da música electrónica, o DJ aproveitou para esclarecer os parâmetros da música e as suas fusões.
» TODAS AS NOTÍCIAS
EDIÇÃO IMPRESSA PDF
Edição nº 230
8 December, 2016
Nº230
NEWSLETTER
Subscreva já a nossa newsletter e receba as últimas notícias e o que há de novo no nosso website.
Nome
E-mail
Pergunta da semana
Muitos estudantes são forçados a pagar a propina completa, mesmo quando só têm uma cadeira em atraso. As universidades dizem que “só estão a cumprir a lei”. Acha justo? Qual seria o meio-termo?