PT

Rio de Janeiro, Brasil

Uma bela atracção olímpica mundial




Eternamente conhecida como a Cidade Maravilhosa, o Rio de Janeiro acolhe, a partir de amanhã, mais uma edição dos jogos olímpicos que contará também com a presença de atletas angolanos. O clima, a música, a comida e as paisagens são os grandes cartões-de-visita.


A cidade ganhou o nome, há mais de 500 anos, quando os portugueses chegaram à baía de Guanabara, e presumiram que se tratava da foz de um grande rio. Era 1 de Janeiro de 1502 e, por isso, baptizaram-no como Rio de Janeiro.


Na paisagem, as montanhas, as florestas, as praias, as lagoas e a vegetação tropical misturam-se com as construções humanas e com o Cristo Redentor que, com mais de 700 metros de altura, abraça toda a cidade, tornando o cenário em algo indescritível. Foi a capital brasileira entre 1763 e 1960.


É muito difícil enumerar todas as belezas naturais, principais pontos turísticos e locais para visitar, por existirem inúmeras atracções. Também conhecida como símbolo do Brasil, a estátua de Cristo Redentor tem cerca de 30 metros de altura. Além disso, fica no alto do Morro do Corcovado, com 710 metros, e em meio à maior floresta urbana do mundo, a Floresta da Tijuca. O monumento é uma das sete maravilhas do mundo moderno.


O Forte de Copacabana, localizado num dos extremos da Praia de Copacabana, é também conhecido como Museu Histórico do Exército. Foi construído com a intenção de proteger a Baía de Guanabara e abriga exposições fixas, além de uma outra iguaria do Rio: a Confeitaria Colombo. Do Forte, é possível ver a praia de Copacabana, o Pão de Açúcar e surfistas na água.


O Pão de Açúcar foi inaugurado há quase cem anos e, subindo ao último destino, é possível desfrutar de uma visão de 360 graus do Rio de Janeiro. Lá de cima, vê-se Copacabana, Ipanema, Cristo Redentor, Ponte Rio-Niterói e Pedra da Gávea.


A Praia de Copacabana é a mais famosa do mundo. O calçadão possui quiosques e há sempre pessoas a praticar desportos. Durante o ano, acontecem eventos como competições mundiais de futebol, vólei e ‘shows’ de grandes celebridades mundiais. A cor do mar é incrível e o visual é singular.


Há outras grandes atracções na cidade, como o complexo desportivo e o estádio do Maracanã, o mais famoso estádio do Brasil e um dos maiores do mundo. Foi construído em 1950. Dentro do estádio, existe um museu temático que é aberto durante a semana, com fotos, taças e uniformes de grandes jogadores. Pode comprar-se também camisas de futebol. O estádio possui também um Hall da Fama e Calçada da Fama, onde grandes jogadores deixam as suas marcas.


A Lagoa Rodrigo de Freitas dá nome ao bairro formado pelas margens de terra que a circundam. Além de ser um local de nobre morada, com belas vistas para as montanhas, possui um grande parque que circunda as suas margens, que se tornou num grande espaço de lazer ao ar livre no cenário da cidade. Ao redor do espelho d’agua da lagoa, existe uma enorme área de lazer, apropriada para caminhadas e exercícios, passeios de bicicleta ou praticar desporto em algumas quadras disponíveis cercadas por alambrados.


O Jardim Botânico pode ser considerado uma reserva ou santuário ecológico, sendo um dos 10 mais importantes no mundo, abrigando espécies raras de plantas da flora brasileira e também de outros países. Calmo e sereno nos dias de semana, floresce com famílias e música nos fins-de-semana. É um bom lugar para lazer e contemplar a natureza, abrigando pássaros selvagens como parte do cenário, podendo ouvir-se o canto dos mesmos.


O Jardim Botânico foi fundado por ordem do Príncipe Regente D. João VI, em 1808, com fins de aclimatizar plantas trazidas das Índias Orientais. Uma das primeiras plantas a chegar foi a Palma Mater, uma das três mais antigas palmeiras Imperiais do jardim. Ao andar pelo jardim considerado um santuário ecológico, é possível ter contacto com a diversidade da flora brasileira e estrangeira, e com factos ligados à história da cidade.


Como Ir

Há voos directos de Luanda para o Rio de Janeiro, Brasil. O bilhete de ida custa mais de mil dólares.


O que comer

A gastronomia brasileira é, tal como o país, rica e diversificada. No Rio de Janeiro, encontra-se um pouco de tudo. Há os imperdíveis sumos naturais de polpa de fruta fresca, as refeições rápidas de lanchonete, a água de coco na praia, a caipirinha, o tradicional rodízio de carnes, a feijoada à brasileira com carne de porco, o feijão preto e arroz, a moqueca, o vatapá, o camarão à baiana ou o tutu à mineira.


Onde Ficar

Por receber anualmente milhares de turistas, opções de hospedagem não faltam. O Hotel Atlântico Rio, de 4 estrelas, situa-se a 500 metros de Copacabana, com mais de 100 quartos e decoração contemporânea. Há ainda o Hotel Debret, em frente ao mar, perto de atracções com vistas magníficas para o Pão de Açúcar.

» LEIA TAMBÉM

» Deixe o Seu Comentário