PT

Seis anos depois no Panguila

Famílias recebem casas

Por André Kivuandinga

O processo para a separação e entrega de casas a três famílias residentes no Panguila, Bengo, de uma única casa, iniciou-se esta segunda-feira, com a retirada dos moradores para o Sector 10, na quarta-feira. Em comunicado fixado na parede da administração gestora do projecto habitacional esclarece que o processo de separação vai de segunda a quinta-feira e sexta-feira poderão realizar uma conferência de imprensa para fazerem o balanço do processo e outros esclarecimentos adicionais.


As três famílias residem no Panguila desde 2010. Foram desalojadas dos bairros Favela, Areia branca, Chicala I e II, no Bengo. Foi atribuída apenas uma residência a cada três famílias, com a justificação de que seriam construídas outras habitações. Em cinco anos, algumas adaptaram os compartimentos, outras arrendaram-nos e a maioria suporta os inevitáveis conflitos. Foram forçadas a partilhar bens que, às vezes, resultaram mesmo em brigas. Mas também houve infidelidades, conforme algumas pessoas já tinham contado ao NG, numa reportagem publicada no ano passado.


O tipo de residência do Sector 10 do Panguila é T3, ou seja, uma moradia composta por três quartos, uma sala, cozinha e quarto de banho, este último mais pequeno, comportando apenas um metro quadrado. Com o processo de divisão das famílias avizinha-se o fim do sofrimento dos mais de duas mil familiares que residem nestas condições.

» LEIA TAMBÉM

» Deixe o Seu Comentário