PT

Através de um livro lançado em Portugal

Santomense expõe dificuldades de estudantes

Por Onélio Santiago   /  Foto D.R.


Um antigo estudante santomense, da Universidade de Coimbra, conta, em livro, o drama dos estudantes dos PALOP em Portugal. Entre racismo, “pobreza extrema” e trabalho ilegal, não faltam histórias de quem esteja a dormir nas garagens.


O santomense Hector Costa, de 34 anos, lançou, na semana passada, em Portugal, um livro em que relata as dificuldades dos estudantes dos Países Africanos Língua Oficial Portuguesa (PALOP) na Universidade de Coimbra. A obra surge na sequência da dissertação de mestrado de Hector Costa, em que o autor realizou um inquérito, entre 2013 e 2015, a 500 estudantes que frequentam licenciaturas, mestrados e doutoramentos na Universidade de Coimbra.


No livro, intitulado ‘Economia Informal dos Estudantes dos PALOP em Coimbra’, o autor refere que “há muitos” africanos a estudar em Coimbra sem bolsas de estudo, pelo que boa parte é obrigada a trabalhar informalmente”. “Pelo menos, 46 por cento desta população não tem contrato de trabalho e nunca fizeram qualquer tipo de desconto”, revela, adiantando que a situação faz com que “muitos fiquem desprovidos qualquer protecção social”.
Em declarações à Lusa, Hector Costa lamentou que os “poucos” africanos com bolsas de estudo em Coimbra recebam, através dos países de origem, montantes na ordem dos 100 e 250 euros (entre 18.900 kwanzas e cerca de 50 mil kwanzas) “valor que não permitem viver em Coimbra”. “Faltam políticas concretas para reduzir estas vulnerabilidades”, considera o estudante, lembrando casos de “pobreza extrema” de estudantes africanos que têm de recorrer ao Banco Alimentar e à Caritas (organizações de apoio aos mais desfavorecidos) bem como casos de “racismo mais frequentes” na relação entre os africanos com outros estudantes.


‘Radicado’ em Portugal

Residente em Coimbra, Hector Costa é natural de São Tomé e Príncipe. Em 2002, graças a uma bolsa do Instituto de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD), começou a frequentar a Universidade de Coimbra, onde fez a licenciatura e o mestrado em Sociologia. Actualmente, é doutorando no programa de doutoramento ‘Território, Risco e Políticas Públicas no Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra’, instituição em que também trabalha como investigador.

» LEIA TAMBÉM

» Deixe o Seu Comentário