PT

RDC

40 Polícias decapitados




Cerca de 40 polícias, na República Democrática do Congo, foram decapitados pela milícia anti-governo Kamuina Nsapu. O incidente aconteceu após uma emboscada aos polícias quando seguiam em caravana de Tshikapa para Kananga. O ataque é o mais violento desde que começou uma revolta na região em Agosto de 2016. Apenas seis que falavam tshiluba, uma das línguas oficiais do Congo, foram poupadas. Além de matar os polícias, a milícia terá roubado “armas e veículos”.


A revolta começou quando o presidente congolês, Joseph Kabila, se recusou a deixar o cargo no fim do seu mandato constitucional em Dezembro, o que gerou desordem no país, com movimentos de revolta que se alargaram a cinco províncias.


De acordo com a ONU, desde que começara, as revoltas mais de 400 pessoas foram mortas. Dados do governo congolês davam conta da morte de mais de 65 polícias. As Nações Unidas denunciam que muitos estão a ser enterrados em valas comuns.

» Deixe o Seu Comentário