PT

Nigéria

FNUAP acolhe 82 meninas raptadas pelo Boko Haram



O Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP) acolheu, recentemente, mais 80 meninas Chibok raptadas pelo Boko Haram.

Para o efeito, a organização mobilizou uma equipa de emergência de conselheiros psicossociais e profissionais de saúde para ajudar com a criação de perfis das meninas, para que as suas necessidades essenciais possam ser atendidas. As raparigas libertadas vão fazer parte de um programa semelhante ao de reabilitação criado para as 21 meninas Chibok lançado em Outubro de 2016.

O programa visa atender as necessidades específicas de aconselhamento de cada menina, para ajudar a superar o trauma sofrido depois de terem sido mantidas em cativeiro por mais de três anos.

O projecto inclui acesso à educação, para preencher a lacuna de aprendizagem criada durante o sequestro, cuidados de saúde sexual e reprodutiva e um programa de aquisição de competências para facilitar a sua reintegração na sociedade, entre outros.

Desde o início da insurgência no nordeste da Nigéria, dados relatam que seis em cada dez meninas experimentaram alguma forma de violência e muitas têm acesso limitado aos cuidados de saúde sexual e reprodutiva.

O FNUAP e parceiros prestaram serviços de prevenção e de resposta directa para 200 mil mulheres e meninas sobreviventes, ou em risco de violência através de ‘espaços seguros’ e do alcance comunitário. Mais de 3,5 milhões de sobreviventes foram abrangidos com os serviços de saúde sexual e reprodutiva, apoio psicossocial e aconselhamento.

O director executivo do FNUAP, Babatunde Osotimehin apela a todos “para a libertação urgente das restantes meninas e todos os outros sequestrados”.

» Deixe o Seu Comentário