PT

Numa iniciativa da AEUPA

Marcha académica apela à paz nas eleições

Por José Calebe  /  Foto Manuel Tomás

Estudantes juntaram-se na semana passada, em Luanda, e realizaram uma marcha em prol da paz, ordem e tranquilidade durante as eleições. O primeiro evento do género teve lugar na Huíla.

José Calebe

Foto Manuel Tomás

A Associação dos Estudantes das Universidades Privadas de Angola, (AEUPA) realizou, na passada semana, em Luanda, uma marcha académica com o objectivo de apelar à paz por parte dos estudantes e da sociedade, de uma forma geral.

O evento, que teve início largo adjacente à Unidade Operativa da polícia de Luanda e o término na Praça da Independência, ocorreu no âmbito de um conjunto de actividades para 2017.

Com a marcha, a AEUPA pretendia, no fundo, mobilizar a juventude e a sociedade a cultivar um espírito de cidadania, civismo e patriotismo durante as eleições gerais que se vão realizar a 23 de Agosto próximo.

Para o docente do Instituto Superior Politécnico do Cazenga (ISPOCA) Infeliz Kuxixima, que também participou da marcha, “é importante” a realização de actos semelhantes para chamar a atenção dos jovens, uma vez que o “absentismo tem sido notável por parte de alguns eleitores”.

“Este acto serve para dizer que a sociedade angolana os estudantes, os docentes, os reitores estão todos mobilizados para que essas eleições possam decorrer num clima de verdadeira harmonia, paz e democracia”, salientou o académico.
O presidente da AEUPA recordou que esta não é a primeira vez que a associação que lidera realiza um acto do género e que a primeira, organizada na Huíla, contou com “uma grande adesão dos jovens que responderam positivamente ao apelo”.

Jofre dos Santos garantiu que a AEUPA conseguiu atingir o objectivo, que era “exaltar o patriotismo no seio da comunidade estudantil e universitária”. “Conseguimios confirmar o nosso compromisso com a paz e a estabilidade social e apelar aos políticos que queremos eleições pacíficas num ambiente de paz e respeito mútuo, e acima de tudo, a manutenção da paz. Estamos satisfeitos com a realização desta actividade”, concluiu o líder juvenil.

Estiveram presentes estudantes de várias instituições do geral e superior, como as universidade Jean Piaget de Angola (Unipiaget), Óscar Ribas (UOR), Técnica de Angola, (UTANGA), Gregório Semedo (UGS), os institutos Superior Politécnico Alvorecer da Juventude, (ISPAJ), do Cazenga (ISPOCA), entre outras.

» LEIA TAMBÉM

» Deixe o Seu Comentário