PT

OMS

Ébola com novo alerta

  /  Foto DR

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou os países vizinhos da Guiné-Conacry a estarem preparados para a possível entrada do Ébola. A Guiné-Bissau é um dos que está nesta nova linha de risco da doença, com uma taxa de mortalidade que pode ir até aos 90 por cento.
Desde que foi dado o alarme internacional, no início deste ano, a OMS registou mais de 630 infecções e cerca de 400 mortes, a maioria na Guiné-Conacri. Há também casos na Serra Leoa e na Libéria.
A organização alertou para a necessidade de se tomar “medidas drásticas”, para travar o aumento de casos de mortes. E, afirma que os casos estão a ser agravados pela falta de atenção do governo da Guiné-Conacri. Realiza-se, desde ontem, em Acra, Gana, uma reunião de emergência para debater sobre o assunto. Participam da reunião a Guiné Conacri, Libéria, Serra Leoa, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Gâmbia, Guiné-Bissau, Mali, Senegal e Uganda.

» Deixe o Seu Comentário