PT
EM DESTAQUE
Bairros: um viveiro de jogadores
Os olheiros do futebol em Angola “estão distraídos”, existem muitos talentos que “se perdem nas ruas”, entendem os organizadores de campeonatos dos bairros, que pedem uma maior aproximação das associações provinciais e dos dirigentes dos clubes. Numa altura em que nasce uma academia, apoiada pelo Sporting, o NG mostra o viveiro que é o futebol nos bairros.
» LEIA TAMBÉM
Que futuro está reservado à selecção?
Na sua estreia a frente da selecção nacional, Beto Bianchi teve o saldo de uma derrota e de um empate em jogos a contar para a data FIFA que só servem para pontuar no ‘ranking’. Angola tem a missão de se apurar para o CHAN 2018 e para o CAN 2019 que não participou desde 2013. Angola ocupa a 147ª posição do ranking da FIFA.
“O nosso andebol não é profissional”
Lidera a Federação Angolana de Andebol há oito anos e foi reeleito para um terceiro mandato. O antigo andebolista do 1.º de Agosto considera que o andebol em Angola não é profissional. Promete lutar para continuar a deter a hegemonia em África. Tornou-se no primeiro angolano a chegar à vice-presidência da Confederação Africana de Andebol (CAHB) e a ambição passa por ser líder máximo, mas sabe que tem de enfrentar a oposição francófona.
» TODAS AS NOTÍCIAS